Logo Estácio



INICIATIVAS

Estácio apoia ação da Michelin por um trânsito mais seguro



Na quarta-feira, 21 de outubro, foi lançada a 2ª edição do inovador programa voltado aos universitários: o MICHELIN Best Driver. Seu objetivo é engajar o jovem e torná-lo o protagonista e multiplicador de hábitos seguros no trânsito do Brasil. O evento de lançamento aconteceu na Estácio Tom Jobim, campus localizado na Barra/Rio de Janeiro.

Com o apoio da Federação Internacional de Automobilismo (FIA), o MICHELIN Best Driver levará, de 21 de outubro a 11 de novembro, o tema a quatro universidades do país, entre elas, a Estácio Tom Jobim (RJ) e a Estácio Uniseb (Ribeirão Preto). Além da realização de talk shows comandados pelo apresentador Felipe Solari, com a participação do escritor, sociólogo e especialista em segurança no trânsito Eduardo Biavati e do piloto profissional de motociclismo Leandro Mello, será instalado, em cada instituição de ensino, um simulador, que testará a performance dos estudantes com cenas cotidianas.

Monitorar, informar, conscientizar

Para conscientizar os jovens sobre a forma de dirigir, um aparelho de telemetria será instalado por cerca de um mês no carro de 100 alunos de cada instituição participante do programa. Trata-se de um aparelho que monitora o desempenho veicular, ou seja, mensura o nível de segurança da condução do motorista no período avaliado.

Serão avaliados quatro quesitos: curva, frenagem e aceleração bruscas, além do excesso de velocidade. Com base nos dados apurados, os alunos serão classificados em uma escala de zero a 100. Quanto maior a pontuação, mais segura a condução do motorista.

O 1º colocado de cada universidade ganhará uma viagem à França, para visitar a sede, as pistas e o museu da Michelin em Clermont-Ferrand (a lista dos finalistas será divulgada em www.michelin.com.br/michelinbestdriver.

 

Estácio promove a 3ª Semana de Sustentabilidade e Responsabilidade Social.



A Estácio realizou, de 14 a 19 de setembro, a 3ª Semana de Sustentabilidade e Responsabilidade Social, com mais de 400 atividades gratuitas para a população em 22 estados e no Distrito Federal.

Mais de 70 campi da Instituição participarão do evento promovendo atrações culturais, palestras e mesas redondas com especialistas em sustentabilidade e instituições parceiras e oficinas diversas, além de ações sociais, promovidas por alunos e professores, e diversos atendimentos para a população local.

A Semana de Sustentabilidade acontece em paralelo à campanha de responsabilidade social da ABMES – Associação Brasileira de Mantenedoras de Ensino Superior. As unidades participantes irão receber o selo de Instituição Socialmente Responsável.

Esta é o terceiro ano consecutivo que a Estácio promove, durante uma semana inteira, ações de sustentabilidade e responsabilidade social em todo o país. O objetivo é informar, não só aos alunos, mas também aos colaboradores e à comunidade sobre o consumo consciente de água e energia, coleta seletiva de resíduos, desperdício de alimentos, descarte de eletrônicos, plantio de árvores, além de prestar serviços à comunidade nas áreas da saúde, nutrição, jurídica, entre outros.

 

Estão abertas as inscrições para o Prêmio de Criatividade para Estudantes - Jornalismo e PP Vitória ES.



O Prêmio de Criatividade para Estudantes tem como finalidade reconhecer e incentivar os jovens universitários que se propõem a pensar a comunicação e gerar conhecimento sobre o tema, essas novas ideias junto à comunidade acadêmica brasileira e à sociedade em geral. Informações e regulamento no NEC e em: redeinterferencia.com/premiodecriatividade

foto-1  

Dimensão Educação Superior - Inovação no material didático digital



Em julho de 2014, promovemos uma virada na plataforma de material didático. Antes, somente os alunos que recebiam tablet da Estácio podiam utilizar os conteúdos digitais. Foi homologado o aplicativo Estácio Mobile, que permite ao aluno o acesso ao material didático em formato digital em até seis devices, assim como a interação nos fóruns das disciplinas. Futuramente, pretendemos mensurar a economia de papel, tempo e transporte, dispendidos anteriormente com a entrega do material didático impresso a cada aluno.

Estudamos a criação de um programa de incentivo à aquisição de dispositivos que permitam, aos nossos alunos, ampliar sua conexão com a internet. A ideia é fazer uma aliança com uma distribuidora ou uma fábrica que possa fornecer o dispositivo com um valor diferenciado.

Graças à parceria com a Associação Brasileira dos Direitos Reprográficos (ABDR), que garante o pagamento dos direitos autorais sobre obras de referência, distribuímos material didático gratuito (impresso ou online) para todos os alunos.

foto-1  

Dimensão Educação Superior - Fábrica de Conhecimento



Como grande prestadora de serviços para vários segmentos da Estácio, a Fábrica de Conhecimento atua com total apoio à geração de novos negócios educacionais. Dessa forma, traz grande contribuição à sustentabilidade, com a eliminação da necessidade de impressão de materiais e a oferta de conteúdos cada vez mais inclusivos.

Como parte do processo, foram revisados os fluxos, processos e desenho de indicadores. A partir de 2014, fortalecemos uma “linha de montagem” de livros, aplicativos e outros recursos pedagógicos para treinamento de pessoal. Formamos um grupo de profissionais composto de designers, revisores e redatores, que garantem total apoio à produção de conteúdo. Os profissionais da Fábrica de Conhecimento atuam no suporte ao nosso banco de questões, um importante ativo que desenvolvemos na Estácio. Com essa ferramenta poderosa para utilização tanto em EAD como no segmento presencial, são aplicados anualmente mais de dois milhões de provas. Desejamos avanços ousados para o futuro para aproveitar ainda mais as potencialidades desse mecanismo.

foto-1  

Excelência em gestão: nosso jeito de trabalhar



A partir do nosso Programa de Excelência em Gestão (PEG), iniciativa pioneira no segmento da educação superior, buscamos identificar, valorizar e disseminar as melhores práticas entre as nossas unidades. Assim, definimos os padrões a serem seguidos por todos. Ao mesmo tempo em que descobrimos oportunidades de inovação em nossos processos, superamos desafios e reconhecemos o mérito de nossas pessoas mais talentosas. Esses são os objetivos do PEG, fortemente alinhados com a nossa cultura e o nosso jeito de trabalhar, de pensar e de ser.

Desde 2012, as nossas unidades são avaliadas em relação ao modelo de referência esperado por meio dos cinco pilares estruturados para o PEG (acadêmico, administrativo-financeiro, gente e gestão, relacionamento e comercial). Anualmente, as melhores unidades são premiadas e passam a ser consideradas exemplos.

foto-1  

Dimensão Educação Superior – Portal de Inovação



A busca por soluções inovadoras precisa ser estimulada. A partir dessa premissa, lançamos internamente um projeto-piloto, em junho, para os colaboradores do Núcleo São Paulo, com o seguinte desafio: “Quais projetos de responsabilidade social podemos desenvolver?" Foram recebidas 65 ideias, e as dez mais votadas pela comunidade foram avaliadas por uma banca examinadora. Desse total, seis propostas estão em desenvolvimento.

Foram utilizados quatro critérios para análise das ideias apresentadas: alinhamento com a estratégia e cultura Estácio; foco no tema do desafio (responsabilidade social); inovação em produto, processo, organização de trabalho e/ou comunicação; e ineditismo. No futuro, o portal será aberto também para os alunos.

foto-1  

Dimensão Educação Superior – Relacionamento com egressos



Desde 2013, temos trabalhado mais intensamente no fortalecimento de vínculos com os nossos egressos. Buscamos identificar, entre alunos formados em unidades da Estácio, aqueles que tenham alcançado um papel de destaque no mercado de trabalho ou cuja história de vida seja exemplo de superação para serem homenageados pelo Programa Alumni.

Esse tipo de iniciativa, muito comum fora do Brasil, tem um forte efeito simbólico. As narrativas focadas nesses exemplos positivos estão sintonizadas com a nossa missão, de promover a educação transformadora. Ainda temos em mente a criação de uma rede social para reunir os egressos.

Para medir o impacto da nossa atuação na vida dos nossos egressos, realizamos uma ampla pesquisa entre ex-alunos de todo o Brasil. Esse mapeamento vai se desdobrar em três processos de coleta de informações, em meio aos formados de 2013, 2015 e 2018. Pretendemos identificar diferenças por áreas e particularidades regionais, entre outros aspectos socioeconômicos que contribuirão para futuras tomadas de decisão em nível corporativo e acadêmico.

foto-1  

Dimensão Social – Excelência em Hospitalidade



Em 2014, nós nos tornamos a primeira instituição de ensino do Brasil a integrar o Programa de Excelência em Hospitalidade Empresarial, do Instituto Brasileiro de Hospitalidade Empresarial (IBHE).

O acordo foi firmado durante o I Simpósio Internacional de Hospitalidade Corporativa em Instituição de Ensino Superior, realizado na sede da Educare, evento que contou com a participação do presidente da Estácio, Rogério Melzi, bem como do nosso diretor executivo de Marketing, Alexandre Ferraz, além da diretora do IBHE, Beatriz Cullen, e de representantes do Copenhagen Institute for Futures Studies (CIFS), da Dinamarca. Durante o simpósio também foi firmada uma parceria com o CIFS, que auxiliará a Estácio a compreender as megatendências globais cujos impactos afetarão, futuramente, o cenário do Ensino Superior brasileiro.

Outro importante resultado prático do evento foi o lançamento do tema hospitalidade corporativa, que norteará a produção de ensaios e artigos científicos. A expectativa de ambas as partes é que essa iniciativa contribua para a identificação de docentes e linhas de pesquisas que embasarão a criação do Observatório de Hospitalidade, entre 2015 e 2016.